logo_pq

TANGOLO MANGOS

TANGOLO MANGOS

TANGOLO MANGOS

09/11 - Chácara Baluarte- Santo Atônio


Formada em 2017 por Brian Dumont (sintetizador e percussões), Felipe Vaqueiro (vozes, guitarra, violões e bandolim), João Antônio Dourado (bateria e percussões), João Denovaro (vozes, baixo e percussões) e Pedro Viana (vozes e guitarra), todos na casa dos 20 anos, Tangolo Mangos é um dos nomes de destaque da nova geração do rock baiano. A banda se identifica com diferentes gêneros musicais, destacando-se o rock clássico, a MPB e a música regional nordestina, além de uma estética sonora ligada à psicodelia. O primeiro lançamento, o EP “Mangas a Caminho da Feira nº 1”, produzido de forma totalmente independente, saiu em março deste ano, com seis faixas inéditas que mesclam o rock sessentista e setentista com regionalismos brasileiros e elementos da música psicodélica. A engenharia de som, captação de áudio, produção de arranjos e mixagem foram, inteiramente, realizados pelo próprio grupo, resultando numa sonoridade mais caseira. O próximo registro está em processo de produção, com previsão de lançamento para o primeiro semestre de 2020. Sem se encaixar num estilo específico, eles se autoproclamam como “grupo de música tropical”. O conjunto tem muito apreço pela ideia da antropofagia cultural, conceito bebido dos modernistas e tropicalistas, que, somado à formação musical dos membros, fortemente ligada ao rock, resulta em arranjos que misturam elementos que, pelo menos convencionalmente, não se misturariam.

09/11 - Chácara Baluarte - Santo Antônio


Formada em 2017 por Brian Dumont (sintetizador e percussões), Felipe Vaqueiro (vozes, guitarra, violões e bandolim), João Antônio Dourado (bateria e percussões), João Denovaro (vozes, baixo e percussões) e Pedro Viana (vozes e guitarra), todos na casa dos 20 anos, Tangolo Mangos é um dos nomes de destaque da nova geração do rock baiano. A banda se identifica com diferentes gêneros musicais, destacando-se o rock clássico, a MPB e a música regional nordestina, além de uma estética sonora ligada à psicodelia. O primeiro lançamento, o EP “Mangas a Caminho da Feira nº 1”, produzido de forma totalmente independente, saiu em março deste ano, com seis faixas inéditas que mesclam o rock sessentista e setentista com regionalismos brasileiros e elementos da música psicodélica. A engenharia de som, captação de áudio, produção de arranjos e mixagem foram, inteiramente, realizados pelo próprio grupo, resultando numa sonoridade mais caseira. O próximo registro está em processo de produção, com previsão de lançamento para o primeiro semestre de 2020. Sem se encaixar num estilo específico, eles se autoproclamam como “grupo de música tropical”. O conjunto tem muito apreço pela ideia da antropofagia cultural, conceito bebido dos modernistas e tropicalistas, que, somado à formação musical dos membros, fortemente ligada ao rock, resulta em arranjos que misturam elementos que, pelo menos convencionalmente, não se misturariam.

09/11 - Chácara Baluarte - Santo Antônio


Formada em 2017 por Brian Dumont (sintetizador e percussões), Felipe Vaqueiro (vozes, guitarra, violões e bandolim), João Antônio Dourado (bateria e percussões), João Denovaro (vozes, baixo e percussões) e Pedro Viana (vozes e guitarra), todos na casa dos 20 anos, Tangolo Mangos é um dos nomes de destaque da nova geração do rock baiano. A banda se identifica com diferentes gêneros musicais, destacando-se o rock clássico, a MPB e a música regional nordestina, além de uma estética sonora ligada à psicodelia. O primeiro lançamento, o EP “Mangas a Caminho da Feira nº 1”, produzido de forma totalmente independente, saiu em março deste ano, com seis faixas inéditas que mesclam o rock sessentista e setentista com regionalismos brasileiros e elementos da música psicodélica. A engenharia de som, captação de áudio, produção de arranjos e mixagem foram, inteiramente, realizados pelo próprio grupo, resultando numa sonoridade mais caseira. O próximo registro está em processo de produção, com previsão de lançamento para o primeiro semestre de 2020. Sem se encaixar num estilo específico, eles se autoproclamam como “grupo de música tropical”. O conjunto tem muito apreço pela ideia da antropofagia cultural, conceito bebido dos modernistas e tropicalistas, que, somado à formação musical dos membros, fortemente ligada ao rock, resulta em arranjos que misturam elementos que, pelo menos convencionalmente, não se misturariam.

Discografia
- 2019 - EP Mangas a Caminho da Feira nº 1


Discografia
- 2019 - EP Mangas a Caminho da Feira nº 1


Discografia
- 2019 - EP Mangas a Caminho da Feira nº 1


Matérias Relacionadas


Matérias Relacionadas


Matérias Relacionadas


2015
Project type
2016
Project type
2017
Project type
2018
Project type
logo_pq

CONTATO
radioca@radioca.com.br

O
O
O
O
O

SOBRE
PROGRAMAS
ENTREVISTAS
DROPS
CONTATO

SOBRE
PROGRAMAS
ENTREVISTAS
DROPS
CONTATO

COMPRE SEU INGRESSO