logo_pq

TIM BERNARDES

TIM BERNARDES

TIM BERNARDES

06/11 - Teatro Castro Alves

Músico, compositor, produtor musical e multi-instrumentista, membro da banda O Terno, lançou em 2017 seu primeiro trabalho solo, “Recomeçar”, agora no Radioca apresentado pela primeira vez em Salvador, logo após retorno de turnê por Portugal. Neste disco, Tim gravou todos os instrumentos, pensou os arranjos orquestrais de cordas, sopros e harpa e, ainda, assinou a produção e a mixagem – uma multifuncionalidade que marca sua trajetória enquanto artista e como um dos grandes compositores de sua geração. Com consagrado reconhecimento nacional, foi ainda indicado ao Grammy Latino de 2018 como Melhor Álbum de Música Alternativa em Língua Portuguesa.

Nas 13 faixas de Recomeçar, Tim gravou violões, vozes, guitarras, baixo, bateria, piano e outras bugigangas; pensou os arranjos orquestrais de cordas, sopros e harpa e, ainda, assinou a produção e a mixagem – à la Brian Wilson brasileiro. Desta forma, criou uma unidade sonora, caminhos e assuntos que dão ao álbum uma sensação cinematográfica ou de uma grande peça com narrativa. A partir do disco, o músico também viveu sua primeira empreitada como diretor de videoclipe, em “Tanto Faz”. O segundo lançamento, da canção que dá nome ao disco, traz Tim como responsável pelo argumento e pela concepção da performance.

O disco teve lançamento em streaming e CD em setembro de 2017. Esteve nas principais listas de melhores daquele ano, consolidando Tim Bernardes como um dos grandes compositores de sua geração. O artista ocupou duas posições na lista de Melhores Músicas Nacionais de 2017 da Rolling Stone brasileira (#2 “Não” e #20 “Ela”). Fora do Brasil o trabalho também recebeu reconhecimento, com a indicação ao Grammy Latino de 2018 como Melhor Álbum de Música Alternativa em Língua Portuguesa e críticas elogiosas nos veículos franceses Liberation e Le Monde. “Recomeçar é o esplêndido disco de estreia do brasileiro Tim Bernardes”, definiu o Le Monde.

Os shows de Recomeçar têm sido com ingressos esgotados em muitas das vezes – dentro e fora do Brasil. Com eles, Tim já esteve em Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Goiânia, Recife, Fortaleza, São Paulo, Rio de Janeiro e em duas ocasiões em Portugal. Sua primeira execução ao vivo, porém, foi no Joe’s Pub, em Nova Iorque, durante uma passagem da banda O Terno pela cidade norte-americana.

06/11 - Teatro Castro Alves

Músico, compositor, produtor musical e multi-instrumentista, membro da banda O Terno, lançou em 2017 seu primeiro trabalho solo, “Recomeçar”, agora no Radioca apresentado pela primeira vez em Salvador, logo após retorno de turnê por Portugal. Neste disco, Tim gravou todos os instrumentos, pensou os arranjos orquestrais de cordas, sopros e harpa e, ainda, assinou a produção e a mixagem – uma multifuncionalidade que marca sua trajetória enquanto artista e como um dos grandes compositores de sua geração. Com consagrado reconhecimento nacional, foi ainda indicado ao Grammy Latino de 2018 como Melhor Álbum de Música Alternativa em Língua Portuguesa.

Nas 13 faixas de Recomeçar, Tim gravou violões, vozes, guitarras, baixo, bateria, piano e outras bugigangas; pensou os arranjos orquestrais de cordas, sopros e harpa e, ainda, assinou a produção e a mixagem – à la Brian Wilson brasileiro. Desta forma, criou uma unidade sonora, caminhos e assuntos que dão ao álbum uma sensação cinematográfica ou de uma grande peça com narrativa. A partir do disco, o músico também viveu sua primeira empreitada como diretor de videoclipe, em “Tanto Faz”. O segundo lançamento, da canção que dá nome ao disco, traz Tim como responsável pelo argumento e pela concepção da performance.

O disco teve lançamento em streaming e CD em setembro de 2017. Esteve nas principais listas de melhores daquele ano, consolidando Tim Bernardes como um dos grandes compositores de sua geração. O artista ocupou duas posições na lista de Melhores Músicas Nacionais de 2017 da Rolling Stone brasileira (#2 “Não” e #20 “Ela”). Fora do Brasil o trabalho também recebeu reconhecimento, com a indicação ao Grammy Latino de 2018 como Melhor Álbum de Música Alternativa em Língua Portuguesa e críticas elogiosas nos veículos franceses Liberation e Le Monde. “Recomeçar é o esplêndido disco de estreia do brasileiro Tim Bernardes”, definiu o Le Monde.

Os shows de Recomeçar têm sido com ingressos esgotados em muitas das vezes – dentro e fora do Brasil. Com eles, Tim já esteve em Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Goiânia, Recife, Fortaleza, São Paulo, Rio de Janeiro e em duas ocasiões em Portugal. Sua primeira execução ao vivo, porém, foi no Joe’s Pub, em Nova Iorque, durante uma passagem da banda O Terno pela cidade norte-americana.

06/11 - Teatro Castro Alves

Músico, compositor, produtor musical e multi-instrumentista, membro da banda O Terno, lançou em 2017 seu primeiro trabalho solo, “Recomeçar”, agora no Radioca apresentado pela primeira vez em Salvador, logo após retorno de turnê por Portugal. Neste disco, Tim gravou todos os instrumentos, pensou os arranjos orquestrais de cordas, sopros e harpa e, ainda, assinou a produção e a mixagem – uma multifuncionalidade que marca sua trajetória enquanto artista e como um dos grandes compositores de sua geração. Com consagrado reconhecimento nacional, foi ainda indicado ao Grammy Latino de 2018 como Melhor Álbum de Música Alternativa em Língua Portuguesa.

Nas 13 faixas de Recomeçar, Tim gravou violões, vozes, guitarras, baixo, bateria, piano e outras bugigangas; pensou os arranjos orquestrais de cordas, sopros e harpa e, ainda, assinou a produção e a mixagem – à la Brian Wilson brasileiro. Desta forma, criou uma unidade sonora, caminhos e assuntos que dão ao álbum uma sensação cinematográfica ou de uma grande peça com narrativa. A partir do disco, o músico também viveu sua primeira empreitada como diretor de videoclipe, em “Tanto Faz”. O segundo lançamento, da canção que dá nome ao disco, traz Tim como responsável pelo argumento e pela concepção da performance.

O disco teve lançamento em streaming e CD em setembro de 2017. Esteve nas principais listas de melhores daquele ano, consolidando Tim Bernardes como um dos grandes compositores de sua geração. O artista ocupou duas posições na lista de Melhores Músicas Nacionais de 2017 da Rolling Stone brasileira (#2 “Não” e #20 “Ela”). Fora do Brasil o trabalho também recebeu reconhecimento, com a indicação ao Grammy Latino de 2018 como Melhor Álbum de Música Alternativa em Língua Portuguesa e críticas elogiosas nos veículos franceses Liberation e Le Monde. “Recomeçar é o esplêndido disco de estreia do brasileiro Tim Bernardes”, definiu o Le Monde.

Os shows de Recomeçar têm sido com ingressos esgotados em muitas das vezes – dentro e fora do Brasil. Com eles, Tim já esteve em Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Goiânia, Recife, Fortaleza, São Paulo, Rio de Janeiro e em duas ocasiões em Portugal. Sua primeira execução ao vivo, porém, foi no Joe’s Pub, em Nova Iorque, durante uma passagem da banda O Terno pela cidade norte-americana.

Discografia
- 2018 - Recomeçar

Rankings e Prêmios (destaques)
- #1 Miojo Indie - Os 50 Melhores Discos Nacionais de 2017
- #2 Rolling Stone - Melhores Discos Nacionais de 2017
- #2 Monkeybuzz - Melhores Álbuns de 2017
- #3 Tenho Mais Discos que Amigos - Os 50 Melhores Discos Nacionais de 2017
- #5 NOIZE - Listão NOIZE | Nossos 50 discos favoritos de 2017
- indicação ao Prêmio da Música Brasileira como
Revelação;
- indicação ao Prêmio Multishow, pelo superjúri, como
“Melhor Álbum” e “Melhor Direção”, a André Dip e José
Menezes, pelo videoclipe de “Recomeçar”;
- indicação ao Music Video Festival na categoria Nacional por “Recomeçar”.


Discografia
- 2018 - Recomeçar

Rankings e Prêmios (destaques)
- #1 Miojo Indie - Os 50 Melhores Discos Nacionais de 2017
- #2 Rolling Stone - Melhores Discos Nacionais de 2017
- #2 Monkeybuzz - Melhores Álbuns de 2017
- #3 Tenho Mais Discos que Amigos - Os 50 Melhores Discos Nacionais de 2017
- #5 NOIZE - Listão NOIZE | Nossos 50 discos favoritos de 2017
- indicação ao Prêmio da Música Brasileira como Revelação;
- indicação ao Prêmio Multishow, pelo superjúri, como “Melhor Álbum” e “Melhor Direção”, a André Dip e José Menezes, pelo videoclipe de “Recomeçar”;
- indicação ao Music Video Festival na categoria Nacional por “Recomeçar”.


Discografia
- 2018 - Recomeçar

Rankings e Prêmios (destaques)
- #1 Miojo Indie - Os 50 Melhores Discos Nacionais de 2017
- #2 Rolling Stone - Melhores Discos Nacionais de 2017
- #2 Monkeybuzz - Melhores Álbuns de 2017
- #3 Tenho Mais Discos que Amigos - Os 50 Melhores Discos Nacionais de 2017
- #5 NOIZE - Listão NOIZE | Nossos 50 discos favoritos de 2017
- indicação ao Prêmio da Música Brasileira como Revelação;
- indicação ao Prêmio Multishow, pelo superjúri, como “Melhor Álbum” e “Melhor Direção”, a André Dip e José Menezes, pelo videoclipe de “Recomeçar”;
- indicação ao Music Video Festival na categoria Nacional por “Recomeçar”.


2015
Project type
2016
Project type
2017
Project type
2018
Project type
logo_pq

CONTATO
radioca@radioca.com.br

O
O
O
O
O

SOBRE
PROGRAMAS
ENTREVISTAS
DROPS
CONTATO

SOBRE
PROGRAMAS
ENTREVISTAS
DROPS
CONTATO

COMPRE SEU INGRESSO