logo_pq

ABAYOMY

ABAYOMY

ABAYOMY

10/11 - Chácara Baluarte- Santo Atônio

Com 10 anos de carreira, a Abayomy se volta para a música brasileira, explorando ritmos do
Norte e Nordeste do país, e se expande em experimentações dentro da música africana. A
crítica social profunda não se perde da verve dançante e divertida, características importantes do som da banda. Surgido como um tributo ao criador do afrobeat, o nigeriano Fela Kuti, o grupo reúne 13 músicos e tem em seu nome uma celebração às raízes africanas e à
convergência de seus integrantes: o significado de Abayomy, em Iorubá, é “encontro feliz”.

Com dois álbuns lançados, “Abayomy” (2012) e “Abra Sua Cabeça” (2016), eles assinam um
afrobeat brasileiro, com acento próprio. Um novo disco será lançado ainda em 2019 e canções inéditas estão no repertório do show, que, no Radioca, terá participação do músico e cantor Saulo Duarte, cuja musicalidade é emprestada da guitarrada, misturando as culturas caribenha e amazônica de sua região. O artista, que integra os times de Curumin e Anelis Assumpção, lançou seu primeiro álbum solo, “Avante Delírio”, em 2018.

10/11 - Chácara Baluarte- Santo Antônio

Com 10 anos de carreira, a Abayomy se volta para a música brasileira, explorando ritmos do
Norte e Nordeste do país, e se expande em experimentações dentro da música africana. A
crítica social profunda não se perde da verve dançante e divertida, características importantes do som da banda. Surgido como um tributo ao criador do afrobeat, o nigeriano Fela Kuti, o grupo reúne 13 músicos e tem em seu nome uma celebração às raízes africanas e à convergência de seus integrantes: o significado de Abayomy, em Iorubá, é “encontro feliz”.

Com dois álbuns lançados, “Abayomy” (2012) e “Abra Sua Cabeça” (2016), eles assinam um afrobeat brasileiro, com acento próprio. Um novo disco será lançado ainda em 2019 e canções inéditas estão no repertório do show, que, no Radioca, terá participação do músico e cantor Saulo Duarte, cuja musicalidade é emprestada da guitarrada, misturando as culturas caribenha e amazônica de sua região. O artista, que integra os times de Curumin e Anelis Assumpção, lançou seu primeiro álbum solo, “Avante Delírio”, em 2018.

10/11 - Chácara Baluarte- Santo Antônio

Com 10 anos de carreira, a Abayomy se volta para a música brasileira, explorando ritmos do
Norte e Nordeste do país, e se expande em experimentações dentro da música africana. A
crítica social profunda não se perde da verve dançante e divertida, características importantes do som da banda. Surgido como um tributo ao criador do afrobeat, o nigeriano Fela Kuti, o grupo reúne 13 músicos e tem em seu nome uma celebração às raízes africanas e à convergência de seus integrantes: o significado de Abayomy, em Iorubá, é “encontro feliz”.

Com dois álbuns lançados, “Abayomy” (2012) e “Abra Sua Cabeça” (2016), eles assinam um afrobeat brasileiro, com acento próprio. Um novo disco será lançado ainda em 2019 e canções inéditas estão no repertório do show, que, no Radioca, terá participação do músico e cantor Saulo Duarte, cuja musicalidade é emprestada da guitarrada, misturando as culturas caribenha e amazônica de sua região. O artista, que integra os times de Curumin e Anelis Assumpção, lançou seu primeiro álbum solo, “Avante Delírio”, em 2018.

2015
Project type
2016
Project type
2017
Project type
2018
Project type
logo_pq

CONTATO
radioca@radioca.com.br

O
O
O
O
O

SOBRE
PROGRAMAS
ENTREVISTAS
DROPS
CONTATO

SOBRE
PROGRAMAS
ENTREVISTAS
DROPS
CONTATO

COMPRE SEU INGRESSO